sábado, 20 de setembro de 2008

Mais...


... um dia de praia.
Viver é poesia, poesia é viver.
Viver é dormir, dormir é viver.
Fazer nada. Apanhar sol.
Passar por casa da mãe e roubar mais uns livros: Moravia, Thomas Hardy, Norman Mailer.
O saco é grande, roxo e ambicioso:
Venha mais o Gorki e o Manfred Gregor.
Olho para o Zola mas lembro-me, de repente, que já o li.

Sem comentários: