quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Crise?

Há uma pequena casa, a cair aos poucos. Há muitas pedras. Há um rio. Há outras casas. Há outras terras. Há sol e há chuva. Há o silêncio do rio. Há milhafres que nos olham. Há peixe. Há lobos e raposas. Há cereais. Há vinhas que morreram. Há memórias.
Se houver crise... há terra para cavar. Há o regressar.

Sem comentários: