quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Na minha casa-de-banho...

... podem ler:

"Mas não é verdade que as pessoas usassem a escadaria para fazer as necessidades, pois havia latrinas no pátio onde actualmente se situam as casas de banho. Nas festas ou bailes em que participava muita gente de Paris, chegavam a formar-se filas para usar os lavabos públicos e acontecia às vezes que burgueses ricos com mais pressa pagassem a criados de nobres até quatro luíses para poderem usar a latrina particular dos senhores que estes serviam. Não era só em Versalhes que se recorria ao bacio e à chaise percée; a maior parte das casas e dos palácios fizeram o mesmo até ao século vinte. Aquela que escreve estas linhas lembra-se bem de em 1923 chegar ao Palácio de Buckingham para ser apresentada à Rainha, depois de uma longa espera no jardim, tão frio, e encontrar apenas um bacio por trás de um biombo no vestiário das senhoras." (Nancy Mitford, O Rei Sol)

Sem comentários: