sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Sim, senhor...


É um filme mais interessante do que esperava. Gosto das músicas, gosto das roupas, gosta da loucura de ir a um Check-In e apanhar o primeiro avião disponível, gosto das fotografias tiradas durante um circuito de corridas, gosto do primeiro beijo depois de uma viagem alucinante numa acelera, gosto do mendigo que faz chamadas longas num telemóvel alheio, gosto da estupidez dos amigos, das relações, gosto da coreana ressabiada por falta de amor, gosto do sucesso do pequeno empréstimo, gosto da ideia de não se poder dizer não, gosto da possibilidade de abandono cego da vontade a uma seita, filosofia, fórmula compensatória... gosto do livre-arbítrio condicionado pelo SIM! Apesar de não gostar, de não querer nunca gostar, gosto, mais uma vez, do desempenho de Jim Carey... Tão estúpido! E adoro a actriz, claro a Zooey...

Sem comentários: