sábado, 21 de março de 2009

Repensar

"Tentei mais de uma vez, como todos os meus amigos, encerrar-me num sistema, para nele pregar à minha vontade. Mas um sistema é uma espécie de danação que nos empurra para uma constante abjuração; é sempre preciso inventar outro, e essa fadiga é um cruel castigo. E, de todas as vezes, o meu sistema era belo, vasto, espaçoso, cómodo, sobretudo limpo e liso; pelo menos, assim me parecia. E, de todas as vezes, um produto espontâneo, inesperado, da vitalidade universal vinha opor um desmentido à minha ciência infantil e avelhentada, filha deplorável da utopia." (C. Baudelaire, A Invenção da Modernidade)

Repenso, repenso, repenso, repenso... nos outros sobre mim. Estou com borboletas na barriga.

Sem comentários: