segunda-feira, 13 de abril de 2009

À espera!

Em Portugal espera-se!
Eu desespero.

Sem comentários: