terça-feira, 11 de agosto de 2009

Correr de mim

"Com quem corre pode-se correr, mas quando compreendemos que não corre para nenhum lado, que corre sempre, corre só porque corre, corre por correr... Que a corrida é o seu objectivo, ou - o que é pior ainda - que é uma fuga de si próprio: de si - de uma ferida, um rasgão para onde conflui tudo o que escorre." (Marina Tsvietaieva, O Poeta e o Tempo)

... adoro este livro...

Sem comentários: