terça-feira, 4 de agosto de 2009

Uma noite...

... para esquecer. Dores e mais dores. Não dormi. Sentado, em pé, deitado, acordado... dor, dor, dor, mal-estar... Dor de alma?

Sem comentários: