sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Morrer

"Para me obrigar a acreditar que o dia recomeça, eléctricos exageram as estridências, a maquilhagem amarela. Afirmação de um subúrbio que pisca o olho e nada oferece capaz de me impressionar, lembra-me aquilo que um filósofo verificou: 'Morrer é desinteressarmo-nos". (René Crevel, O Meu Corpo e Eu)

Sem comentários: