segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Dor

"Este fantasma, que não nos assombra as existências porque alguém hoje se encarrega sempre de o fechar no quarto dos fundos... é a dor.
De facto, a dor só pode ser para nós, hoje, um fantasma. Não conhecemos a dor. Não queremos conhecê-la, nas sociedades anestesiadas em que vivemos, no mundo ocidental ou ocidentalizado".

Sem comentários: