sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Evento

"(...) desde a antiga Grécia que o sentir estético veio sendo determinado na base duma oposição entre dois modos opostos de conceber a beleza: por um lado, a beleza tem sido pensada como forma, segundo uma perspectiva orientada para a apreciação das obras de arte; por outro, tem sido pensada como evento, segundo uma perspectiva orientada para a experiência da surpresa, da fulguração, de algo de irredutível à calma contemplação das essências racionais."

"(...) verifica-se um evento quando eu, em vez de ficar priosioneiro da oposição entre interior e exterior, entre subjectividade e mundo, encontro uma solução vonstrutiva que me consente colocar de forma positiva num processo que vai além da minha pessoa." (Mario Perniola, A Arte e a sua Sombra)

Sem comentários: