quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Grandeza

"'Cada indivíduo é obrigado a enfrentar diariamente situações que dependem de mundos distintos, a saber reconhecê-los e a mostrar-se capaz de lidar com eles'. Mas esta adaptação pode acontecer de duas formas diversas: através de uma acomodação ou mediante um compromisso. Só no segundo caso nos parece existir a tentativa de se encontrar algo que se pareça com o bem comum: a acomodação não passa de um acordo contigente que tem a ver com a conveniência de ambas as partes, sem legitimidade e não universalizável. As recíprocas concessões em que se baseia uma acomodação têm em vista acabar com o conflito sem remontar às motivações segundo as quais se regem as diversas avaliações relacionadas com a grandeza das pessoas, das coisas ou das acções em causa. Só no compromisso a procura de um acordo pode erguer as partes a uma posição acima das contigências e a formular uma justificação pelas próprias palavras, comportamentos e acções. Sem justificação, não é possível qualquer grandeza e qualquer acordo." (Mario Perniola, A Arte e a sua Sombra)

Sem comentários: