segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Olhar

"E sangue foi o que não faltou, no fim. E eis que, consumada a minha paixão, me senti triste e enojada. Não tinha sido minha intewnção rasgar as tenras carnes, mas parecia tê-lo feito, e a minha arma, ao ser retirada, vinha coberta de sangue vivo. (...)

(...) aquela besta de um olho só, que não faz outra coisa senão martelar cegamente de encontro a qualquer orifício, na ânsia de espalhar por tudo quanto é canto a pavorosa semente que já tanto encheu o mundo de habiantes excedentários que o nosso fim está próximo: provam-no a guerra, a fome e a decadência física de uma espécie cuja extinção não só é inevitável, mas, a meu ver, igualmente desejável..."

(Gore Vidal, Myra Breckinridge)

Sem comentários: