quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Grab your board

"You can do the tricks the surfers do, just try a
'Quasimodo' or 'The Coffin' too (why don't you)
Grab your board and go sidewalk surfin' with me... "
(Jan and Dean, Sidewalk Surfin')

Monumento:









Christian Boltanski, no Grand Palais, em Paris.


Brinquei com isto:

Nasceram há 35 anos (nasceram em 1974 pela mão do alemão Hans Beck) e foram consagrados numa exposição que revisita algumas das figuras (os bonecos têm 7,5 cm de altura) e construções mais pertinentes de um universo infantil que marcou grande parte da minha geração: cavaleiros, piratas, índios, vikings, exploradores, agricultores, princesas e universos quotidianos variados, serviram de plataforma para viagens alucinantes construídas sobre cenários que nos inspiravam a viver.
No Museu de Artes Decorativas de Paris, até 16 Maio!

L'amour...




... está nos museus!

Paris...

... is burning!

Paris:

Exposição no Palais de Tokyo de Raphaël Zarka: uma "journée sans vague" e a definição de uma "chronologie lacunaire du skateboard 1779-2009".

Os miseráveis:

Somos nós!

Poder:

"Este diário que eu escrevo não é apenas um passatempo literário. À medida que avanço, ordenando o que me oferece a minha vida passada, à medida que me obstino no rigor da composição - dos capítulos, das frases, do próprio livro -, sinto fortalecer-se em mim a vontade de utilizar, com propósitos virtuosos, as minhas misérias de outrora. Sinto-lhes o poder." (Jean Genet, Diário de um Ladrão)

No próximo Verão:


Calções de banho American Apparel e a esperança de ser um corpo...

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Assumir:




VIP Lounge, TAP, Aeroporto Orly, Paris

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Assumir-me a mim mesmo

"Eu posso assumir-me a mim numa essencial pertença ao outro. Igualmente, eu posso existir como um tu. Como eu, eu não estou incluído apenas na espécie do eu, mas também na espécie do tu, vós, nós." (Martin Heidegger, Lógica)

domingo, 14 de fevereiro de 2010

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Ontem, hoje e amanhã:


Expressões:

"ratas do Vaticano"
"uns estão aqui para mudar, outros para romper e eu estou aqui para unir"
"chamem o Vasco da Gama"
"esta merda não é arte... é merda"
"get over it... bicha azedada e coalhada"

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Culturgest:


"a imaginação reprodutiva é a prosa da imaginação produtiva"
Jean Paul Richter

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Sei que sabes

"Que necessidade temos nós de saber e de perguntar o que o homem é? É que o homem sem isto já está carregado de saber. O homem é precisamente aquele que sabe. O homem é saber - e não sabe o que ele mesmo é." (Martin Heidegger, Lógica)

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Farto...

... da abstinência forçada!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Espectador

"(...) spectatorship is a bad thing. Being a spectator means looking at a spectacle. And looking is a bad thing, for two reasons. First, looking is deemed the opposite of knowing. It means standing before an appearance without knowing the conditions which produced that appearance or the reality that lies behind it. Second, looking is deemed the opposite of acting. He who looks at the spectacle remains motionless in his seat, lacking any power of intervention. Being a spectator means being passive. The spectator is separated from the capacity of knowing just as he is separated from the possibility of acting." (Jacques Rancière, The Emancipated Spectator)

Fight Club:

RACINE vs. RANCIÈRE

Quero ser...

... um ESPECTADOR EMANCIPADO!

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Potencialmente...

... sem acontecer!

Consciência

"A consciência? Mas a consciência para nada serve, meu caro Senhor! Como guia, a consciência não pode servir, não pode bastar. Bastaria, talvez, se pudéssemos conceber-nos isoladamente e se ela não fosse, pela sua natureza, aberta aos outros. Na consciência, na minha opinião, em suma, existe uma relação essencial... certamente essencial, entre mim, que penso, e os outros que pensam; portanto, não é um absoluto que se baste a si próprio. Explico-me bem? Quando os sentimentos, as inclinações e os gostos destes em que eu penso ou em que o Senhor pensa não se reflectem em mim ou em si, não podemos encontrar-nos nem satisfeitos, nem tranquilos, nem alegres, e isto é tanto assim que todos nós lutamos para que os nossos sentimentos, ideias e inclinações se reflitam na consciência dos outros. Para que lhe serve a sua consciência? Basta-lhe para viver sózinho? Para se esterilizar na sombra? Ora vamos! Odeio a retórica, essa fanfarrona mentirosa que imaginou esta pretensiosa frase: 'tenho a minha consciência e isso me basta!'" (Luigi Pirandello, O Falecido Matias Pascal)

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Nas bancas:

Eugénia Mussa é o Novo Talento e o projecto artístico da responsabilidade de Susana Moura, ambas nomeadas para o Anteciparte 2009.
O destaque vai para a exposição das irmãs Wilson, no CAM-Gulbenkian!

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

A roupa do irmão...

... fica-me bem!

Na Calçada do Combro...

... dois livros à minha espera, num alfarrabista.