terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Poder:

"Este diário que eu escrevo não é apenas um passatempo literário. À medida que avanço, ordenando o que me oferece a minha vida passada, à medida que me obstino no rigor da composição - dos capítulos, das frases, do próprio livro -, sinto fortalecer-se em mim a vontade de utilizar, com propósitos virtuosos, as minhas misérias de outrora. Sinto-lhes o poder." (Jean Genet, Diário de um Ladrão)

Sem comentários: