quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

2011?


VÁ LÁ!!!!!! PLEASEEEEE!

Amor

"A unidade na pluralidade não é outra coisa senão a harmonia e é do facto de tal coisa convir a tal coisa mais que a tal outra que decorre a beleza que desperta o amor" (G.W. Leibniz)

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Modernismos






Current mood:

Dancing with tears in my eyes
Weeping for the memory of a life gone by
Dancing with tears in my eyes
Living out a memory of a love that died

It's five and I'm driving home again
It's hard to believe that it's my last time
The man on the wireless cries again
It's over, it's over

It's late and I'm with my love alone
We drink to forget the coming storm
We love to the sound of our favourite song
Over and over

It's time and we're in each others arms
It's time but I don't think we really care

(Dancing with tears in my eyes, Ultravox)

Oui, c'est moi!

Pedro, o louco!
SHOOT ME, PLEASE!

Poço quântico

Só energias, fios condutores, cruzamentos, curtos-circuitos, informações e desinformações. Um dia sim, um dia não. Entrelaçado nas dúvidas dos outros. De um estado para o outro. Esperança e desilusão. Apatia. Regresso às imagens do Verão. Olho para o espelho. A ruga, no lado esquerdo da cara, insiste e resiste aos cremes gordurosos. Já não vai lá. Envelheço. Cabelos brancos, no lado direito, um pneu cada vez mais saliente na barriga, peles descaídas. Pele branca, verde, lilás... argh HATE Inverno!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

We need this:

Norman Rockwell

Jesus hates faggots?

"I've felt uncomfortable since the day that I was born
Since the day I glimpsed the black abyss in your eyes
Theres no way you could make all this shit up on your own
It could only come from the mastermind of lies

I cant believe that I've considered taking my own life
Cus I believed the lies about me were the truth
It will be magic to watch your transformation when you realise that you've been had
Its enough to make a guy like me feel sad

Cus you tell me that
"Jesus, he hates fruitloops son.
We told you that when you were young.
Pretty much anything you want him too, like sitcoms, paedophiles and kangaroos.
Morons who cut in line, 3 bean salad and parking fines.
And when we win the war on society,
I hope your blind eyes will be opened and you'll see."

The arrogance it takes to walk around in the world the way you do
It turns my brain to jelly every time
The rage and fear I'm feeling have begun to make me sick
And I think I might be about to commit a crime.

And you tell me that
"Jesus, he hates homos son.
We told you that when you were young.
Pretty much anything you want him too, like coco puffs, red cars and Jews(?).
Postal clerks who waste your time, weightloss shakes and the local news.
And when we win the war on society,
I hope your blind eyes will be opened and you'll see."

"Cus Jesus, he hates faggots son.
We told you that when you were young.
Pretty much anyone you want him too, like niggers, spiks, redskins and kikes.
Men who cannot tame their wives, weaklings, cowards and bull dykes.
And when we win the war on society,
I hope your blind eyes will be opened and you'll see." "

(Jesus hates faggots, by John Grant)

Urgente!


Ando assim...

... indeciso entre a ética protestante, a moral da autenticidade, o mal de existir, a culpa e a ansiedade, o vício do novo, entre a arte e a vida, entre o hedonismo e o altruismo. As coisas acabam - digo para mim mesmo. Novos desafios mas poucas perspectivas. As coisas acabam. Tudo acaba. Be yourself - leio num livro sobre o declínio das vanguardas. Sou um jovem intelectual mas não sou brilhante - condição fodida. O direito à diferença foi-se à vida. O desejo uniformizador pela igualdade manifesta-se na fúria social. Não sou como tu - penso. Não sou estratégico mas tenho tarefas que preciso de satisfazer no máximo das minhas possibilidades limitantes. Fragmento-me e aspiro pela quarta dimensão. Faço um quizz no facebook: "Qual garota Almodovar você é? Você é o símbolo máximo do pós-humano. Uma desconstrução que vaga pelo mundo em vibrantes tacones lejanos. De perto, você parece um tanto tresloucada, mas qualquer um pensaria muito, muito mesmo antes de querer sugerir qualquer mudança em sua persona." Sou um hipercorpo e projecto-me sobre um plano genital!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Current mood:


És avant-garde?

"(...) sem banalidade não há vanguarda, uma vez que a vanguarda é esse movimento através do qual um pequeno grupo, uma elite, animada de um projecto novo, rejeita radicalmente o conformismo ambiente, as ideias feitas, as heranças da tradição. A crise das vanguardas não pode em caso algum ter por origem, pois, as oposições com que elas se deparam. Muito pelo contrário, talvez seja a exaustão hoje em dia de uma oposição que tal, a própria ausência de conflito entre os artistas de vanguarda e um público quase inexistente, o que constitui o verdadeiro problema." (Luc Ferry, Homo Aestheticus)

terça-feira, 7 de dezembro de 2010